Blog

7 acidentes ambientais de grande impacto ocorridos no Brasil

Data: 06 / 04 / 2018 Meio Ambiente

A preocupação com o meio ambiente é algo que há muito tempo vem permeando as discussões entre pesquisadores, cientistas, organizações e profissionais da área ambiental.

Nos últimos anos, entretanto, o tema da conservação da natureza passou a fazer parte da agenda prioritária de líderes políticos e da sociedade civil como um todo.

Combater a poluição e o efeito estufa e buscar formas alternativas de energia são algumas das medidas adotadas por países a partir de acordos estabelecidos em convenções sobre o meio ambiente.

A fiscalização de agentes poluentes também tem sido intensificada em várias partes do mundo. O fato é que, constantemente, tem-se notícia de acidentes ambientais causados, principalmente, por industrias de mineração, têxtis e do petróleo.

Esses acidentes causam sérios danos aos ecossistemas, muitas vezes de dimensão extrema, causando comprometimento da qualidade de vida de pessoas, animais e plantas.

Confira agora 7 acidentes ambientais de grande impacto ocorridos no Brasil nos últimos tempos e suas consequências para o meio ambiente.  

 

1 . Incêndio na Vila Socó (1984)

Conheça o MBA que qualifica peritos e auditores ambientais.

Em 24 de fevereiro de 1984, devido a liberação de 700 mil litros de gasolina, um terrível incêndio arrasou a Vila Socó, na cidade de Cubatão (SP). A tragédia se deu devido a uma falha nos dutos subterrâneos da Petrobras, que vazou o combustível por toda a vila.

Cerca de 100 pessoas morreram, de acordo com os dados oficiais. Moradores falavam, na época, que 500 pessoas perderam a vida com o acidente.  

 

2. Césio 137 em Goiânia (1987)

Um dos mais graves casos de exposição à radiação do mundo ocorreu em Goiânia (GO), devido à contaminação do material radioativo Césio 137. Dois catadores de lixo abriram um aparelho radiológico nas ruínas de um antigo hospital, encontrando um pó branco que emitia uma luz azul.  

Eles espalharam, acidentalmente, o material pela cidade, contaminando várias pessoas, além do ar, da água e do solo. Quatro pessoas morreram e centenas desenvolveram doenças.  

 

3. Vazamento de barragem em Cataguases (2003)

O rompimento de barragem de celulose da empresa Florestal Cataguases e Indústria Cataguases de papel, em Cataguases (MG), vazou 520 mil m³ de rejeitos compostos por resíduos orgânicos e soda cáustica nos rios Pomba e Paraíba do Sul, prejudicando o ecossistema e à população ribeirinha, chegando até áreas do estado do Rio de Janeiro.

Torne-se um perito ou auditor ambiental e seja um profissional de destaque no mercado.  

 

4. Vazamento de óleo Bacia de Campos (2011)

O vazamento de 3,7 mil barris óleo da Chevron na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro (RJ), provocou uma mancha de 162 km², o equivalente à metade da Baía de Guanabara. Uma grande quantidade de animais mortos foi encontrada nas áreas afetadas pela mancha.

A empresa responsável pela perfuração do poço que vazou foi condenada a pagar R$ 95 milhões ao governo brasileiro para compensar os danos ambientais causados.  

 

5. Incêndio na Ultracargo (2015)

A Ultracargo provocou um incêndio no Terminal Alemoa, em Santos (SP) após lançar efluentes líquidos no estuário da cidade, nos manguezais e na lagoa ao lado do terminal. O incêndio emitiu gases na atmosfera, colocando em risco a segurança das comunidades próximas, dos funcionários e de outras indústrias próximas.  

 

6. Rompimento da barragem de Mariana (2015)

 

O rompimento da barragem da empresa Samarco, em Mariana (MG), provocou a liberação de 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos, sendo este considerado o maior acidente ambiental do Brasil. O vazamento atingiu o Rio Doce e devastou a cidade de Mariana, juntamente com suas populações ribeirinhas.  

 

7. Vazamento de minério (2018)

Conheça o MBA Perícia, Auditoria & Gestão Ambiental.

Após denúncia da população, a perícia ambiental flagrou um duto clandestino na mineradora holandesa Hydro que conduzia resíduos poluentes para o igarapé da região, contaminando o meio ambiente com metais pesados, inclusive chumbo, em comunidades ribeirinhas da cidade de Barcarena (PA).

Cuidar do meio ambiente é um trabalho de todos e fiscalizado por órgãos competentes. Indústrias que dependem dos recursos naturais, principalmente, devem estar atentas aos métodos empregados em seus modos de produção, garantindo, inclusive, o descarte correto, evitando qualquer impacto negativo na natureza.